Chicklit | 336 Páginas | Editora Intrínseca | 2016 | Classificação: 3/5.

Véspera de Natal na Quinta Avenida: dois homens estão comprando presentes para as mulheres que amam. Gary quer dar para a namorada, Rachel, uma pulseira de berloques. Em parte, como agradecimento por ela ter pagado a viagem a Nova York durante as festas de fim de ano, mas principalmente porque ele deixou, como sempre, tudo para a última hora. Enquanto isso, Ethan está procurando algo mais especial — um anel de noivado para Vanessa, a mulher que conseguiu levar felicidade à sua vida e à de sua filha depois da morte da primeira esposa, que ele amava tanto. A vida desses dois casais acaba se cruzando por acidente. Quando as sacolas de compras dos dois homens se misturam sem que ninguém perceba, Rachel ganha o anel de noivado que seria de Vanessa, e encontrar a joia para entregá-la à sua legítima dona revela-se uma tarefa mais complicada do que Ethan imaginava. Será que o destino tem algo inesperado reservado para os casais? Ou será a magia da Tiffany que está no ar? 
Na véspera de natal, Ethan - um professor viúvo - e sua filha Daisy, de oito anos, decidem visitar a loja da Tiffany. Afim de escolher um anel belíssimo para sua namorada Vanessa, e a garotinha querendo presenciar a magia da Tiffany que sua falecida mãe tanto falava, fazem finalmente sua escolha importante e decidem levar um anel solitário de fazer qualquer queixo cair. Enquanto isso, Gary também anda fazendo suas compras de natal, e acaba lembrando-se de Rachel, sua namorada, que se não fosse por ela, ele jamais estaria em New York curtindo o natal. Ele precisa de um presente à altura, mas não está podendo gastar tanto, pois além de sua empresa estar falindo ele quer muito investir mais um pouco na sua moto quando retornarem para Irlanda. Acaba comprando na Tiffany uma das peças mais baratas, uma pulseira de berloque. Ao sair da loja acaba sofrendo um acidente, ao atravessar a rua um taxi esbarra nele. Ethan, que também estava saindo da loja, deixa suas sacolas com Daisy e fala para a menina vigiar as sacolas do, até então desconhecido, Gary. Com a habilidade de seus treinamentos de primeiro socorros, Ethan ajuda Gary e o encaminha para o hospital, onde o acidentado passa alguns dias desacordado. Rachel passa todos os dias ao lado de Gary, esperando-o acordar, mas ao levar suas sacolas de compras para o hotel acaba vendo o embrulho da Tiffany e sem se controlar dá uma espiadinha e leva o maior susto! Ela sabe que a relação deles tem indo devagar, mas acaba surpreendendo-se com um anel belíssimo da Tiffany, e se convence de que Gary tinha a intenção de pedi-la em casamento. 
Ethan, ao perceber o terrível engano, começa a busca para tentar recuperar o caríssimo anel. Mas há vários problemas: logo voltará para Londres, não quer estragar a surpresa para Vanessa contando toda a confusão, mas também não quer magoar Rachel, que está convicta de que está a um passo de tornar-se a noiva de Gary e que Ethan está sempre circulando pelo hospital apenas por interesse na melhora de Gary.  Uma super confusão, que ao decorrer do livro parece se emaranhar mais ainda!

"É importante ter certeza de que você vale mais para ele do que o anel vale para você."

Apesar da escrita fluída da autora, me peguei com um grande tédio por diversas vezes ao decorrer da leitura. Tudo se resumia em Ethan, bobão, não medindo esforços para recuperar seu anel, mas quando tinha sua grande oportunidade não tinha coragem para fazê-lo. Rachel se iludindo, vendo Ethan persegui-los e apenas achando que tudo aquilo era interesse na recuperação de Gary. Já Gary, continuou sendo um grande babaca durante todo o livro, no qual não tinha nenhum interesse em contribuir para a evolução de seu relacionamento, só queria se aproveitar da bondade de Rachel e comer de graça em seu bistrô, e de quebra ainda ganhou de graça uma das joias mais caras da Tiffany para dar de presente à sua namorada, o que mais ele perderia pedindo-a em casamento? Nada, ganharia muito mais permanecendo com a doce Rachel. Já Daisy, é uma garotinha muito esperta, e por muitas vezes demonstrou mais inteligência e amadurecimento que seu pai. Vanessa me deixou com um pé atrás durante todo o livro, sem saber qual era a sua verdadeira intenção com Ethan. Não gostei dela desde o começo, ela me pareceu muito oportunista, mas no final tudo isso é posto em pratos limpos.

"Ela o amava de forma clara demais para temer sua nebulosidade."

Minha personagem preferida era Terri, que se esforçava pra fazer a melhor amiga ver que Gary era um fanfarrão, e que logo descobriu toda a confusão que Rachel não conseguia - ou não queria - ver, pois era inocente demais. Mas torci muito para que tudo se resolvesse logo, gostaria que Ethan tivesse sido um pouco mais sincero com Rachel, mas no final as coisas acabam fazendo sentido para nós, leitores.

Tudo melhorou quando a história já se encaminhava para o final, mas a maior parte da leitura foi cansativa e enfadonha. Apesar disso, é uma leitura rápida e não me arrependo de ter dado uma chance ao livro, mas sei que ele poderia ter sido melhor, pois continha um grande potencial. Gostei do desfecho do livro, apesar de não ter muitos momentos engraçados ele é um chicklit com um romance bonitinho. Um ponto positivo é que o livro não se prende à apenas um protagonista, então podemos focar em vários personagens, dando chances para contribuírem para a história. 

"A mamãe sempre dizia que ela e o papai eram feitos um para o outro, e que quando a gente encontra alguém que realmente ama, tudo se encaixa. Mas o anel não encaixou."

A pergunta final é "o livro é tão horrível assim?" Não, não é! Vale a pena dar uma oportunidade para a leitura, só não pode ter altas expectativas para a história. E vamos combinar, essa capa é super lindinha e é um amor poder olhá-la na minha estante! 

Vocês já conheciam esse livro? Ficaram curiosos para ler? Espero ter ajudado a esclarecer algumas dúvidas. Você pode comprá-lo aqui: Amazon | Saraiva | Submarino


Deixe um comentário